Saque FGTS 2020 – Como e onde sacar, saque imediato, aniversário

Todo o cidadão brasileiro que tiver contrato empregatício de carteira assinada rompido sem justa-causa em uma instituição, poderá estar solicitando o saque FGTS 2020 para não ficar desamparado. Este é um direito do trabalhador garantido pela Lei nº 5.107 da Constituição Federal.

Estamos falando do Fundo de Garantia, que protege o cidadão que foi demitido sem justa causa de um emprego, onde possuía vínculo com carteira assinada. Podemos considerá-lo como um dos principais benefícios na vida dos trabalhadores, mas, ainda assim existem pessoas que têm dúvidas sobre como estar recebendo ou sacando a sua bonificação.

Portanto, se você deseja saber como sacar o FGTS, saiba que veio ao artigo certo. Continue acompanhando o conteúdo a seguir e aproveite para entender, qual a documentação necessária para efetuar o saque, quem tem direito ao benefício e onde sacá-lo. Vamos lá!

Como funciona o saque FGTS

Para entender melhor o funcionamento do saque, no início de cada mês, os empregadores (Pessoas jurídicas) depositam em contas da Caixa Econômica Federal FGTS, em nome dos empregados, um valor que corresponde à 8% do salário destes funcionários.

Saque FGTS 2020

O montante total destes depósitos constituem o FGTS e, caso o empregado seja demitido sem justa causa da empresa, o mesmo terá direito de realizar o saque do benefício.

Dúvida frequente mais respondida:

Em 2019, o Governo implementou através da A Medida Provisória nº 889/2019 novas modalidades para o saque FGTS, possibilitando a flexibilidade para o resgate do benefício. São elas:

  • Saque imediato
  • Saque aniversário

A seguir vamos mostrar mais detalhes sobre as duas modalidades de saque.

Quem pode sacar o FGTS

Apesar do FGTS amparar os trabalhadores brasileiros que tiveram o contrato de carteira assinada rompido em uma empresa privada, é importante entender as condições estabelecidas para sacar o FGTS.

São elas:

  • Demissão sem justa causa;
  • Término do contrato por prazo determinado;
  • Rescisão por falência, falecimento do empregador individual, empregador doméstico ou nulidade do contrato;
  • Rescisão do contrato por culpa recíproca ou força maior;
  • Aposentadoria;
  • Suspensão do Trabalho Avulso;
  • Falecimento do trabalhador;
  • Idade igual ou superior a 70 anos;
  • Portador de HIV – SIDA/AIDS (trabalhador ou dependente);
  • Neoplasia maligna (trabalhador ou dependente);
  • Estágio terminal em decorrência de doença grave (trabalhador ou dependente).

Ainda existem outras situações mais específicas em que os cidadãos podem estar solicitando o saque do seu FGTS, basta acessar o site da Caixa Econômica Federal por meio do endereço abaixo:

  • www.fgts.gov.br/Pages/sou-trabalhador/como-sacar.aspx.

Onde sacar FGTS

Saque FGTS 2020

O banco responsável por conceder os valores referentes ao FGTS de cada trabalhador é a Caixa Econômica Federal, portanto, o saque presencial precisa ser feito dos postos determinados pela Caixa de acordo com o valor do saque.

Se o valor do benefício a ser sacado for de até R$ 3.000,00, será preciso comparecer à um dos canais de atendimento abaixo, apresentando o Cartão Cidadão e senha pessoal. Confira:

  • Correspondentes Caixa Aqui;
  • Lotéricas;
  • Postos de Atendimento Eletrônico;
  • Salas de Autoatendimento.

Se o valor do saque for até R$ 1.500,00, o trabalhador deverá se dirigir a sala de autoatendimento das agências Caixa sem precisar do cartão cidadão, é necessário informar o número de um dos documentos listados abaixo junto com a senha:

  • PIS
  • PASEP
  • NIT
  • NIS

Para quem não possui o Cartão Cidadão e o valor for maior que R$ 1.500,00, o atendimento deverá ser feito nas agências da Caixa.

Depois de ter conferido estas interessantes informações sobre o saque FGTS 2020, esperamos que você consiga sacar o seu benefício sem encontrar maiores problemas.

Mas caso ainda tenha ficado com alguma dúvida, basta deixar seu comentário abaixo e aguardar que responderemos em breve. Obrigado!

Deixe um comentário